Close

Contra o conservadorismo e a caretice das almas sebosas!

Na terceira edição do Masmorra Maldita, celebraremos um Sabbath, cujo convidado de honra é o controverso e iconoclasta diretor, guru da contracultura Kenneth Anger! Falaremos sobre seus belos e lisérgicos curtas metragens e sua grande influência no cenário musical, político e do cinema underground.

Edição e apresentação: Angélica Hellish e Marcos Noriega.

Convidados: Douglas Fricke (Podtrash) e Thiago Costa, da Revista Spiral Online. ( Canal Revista Spiral e Lanterna Cult Podcast)

Quer baixar o dvd que a gente assistiu? Clica aqui.

Fireworks (1947) / Puce Moment (1949) / Rabbit’s Moon (1950 – versão de 1979) / Eaux D’Artifice (1953) /  Inauguration of the Pleasure Dome (1954) /  Scorpio Rising (1964) / Invocation of my Demon Brother (1969) / Kustom Kar Kommandos (1970) / Lucifer Rising (1972) / Don’t Smoke That Cigarette (1999) / Hollywood Babylon (2000) /The Man We Want to Hang (2002) / Mouse Heaven (2004) / My Surfing Lucifer (2009) / Brush of Baphomet (2009)

Mencionados: Quadrinho de Tom of Finland /  Filme: Blood Feast (1963) / Meshes of the Afternoon (1943) / Cecil B Demented (2000) / Marjorie Cameron / Pink Narcisos (1971) / Immortel Ad Vitam (2004) / Tecnocolor Skul / Kenneth Anger no CCBB /  Documentário:  Going Clear (2015) / Anger Me (2006) / Podcast: sobre o filme A Bruxa

svg1 min read

Angelica Hellish

Angélica Hellish é a criadora do projeto. Cinéfila, mãe, ativista pela causa LGBTQIA+ e antifascista.

One Comment

  • Maicon S. Beggi.

    setembro 29, 2019 at 6:24 pm

    Oi. Obrigado pelo episódio. Não conhecia esse cineasta. Obrigado Angélica Hellish, Marcos Noriega, Douglas Fricke e Thiago Costa.

    Responder

Leave a reply

Archives

Categories